História Geral

Timeline created by giovanna.rodriguess
In History
  • Guerra de Independência dos Estados Unidos

    Guerra de Independência dos Estados Unidos
    A França participou da Guerra de Independência dos Estados Unidos, o que trouxe muito prejuízo para o país, como perda de muito dinheiro e também de vidas, o que agravou uma situação de miséria e fome, o que, junto com o fato de que o terceiro estado sustentava a economia através do pagamento de impostos e estava sendo ignorado politicamente, enfureceu esta população. Esta situação fez com que esta classe social quisesse combater o absolutismo e reivindicar igualdade, acabando com privilégios.
  • Assembleia dos Estados Gerais

    Assembleia dos Estados Gerais
    Foi feita para decidir a situação do país, com representantes de todas as classes sociais. O voto seria por Estado, o que favorecia o primeiro e o segundo estado, que votariam juntos. Neste evento, os insatisfeitos tiveram a oportunidade de expressar seus descontentamentos e de exigir uma Constituição para a França.
  • Independência do Haiti

    Independência do Haiti
    O Haiti foi uma colônia francesa, e com a revolução ocorrendo na França, os negros sentiram - se encorajados a reivindicarem mais ideias iluministas e representação política.
  • Tomada da Bastilha

    Tomada da Bastilha
    A Bastilha, símbolo do poder absoluto do rei, foi tomada, o que representou o sentimento de revolução. A multidão que tomou esta antiga prisão, libertou antigos presos, inimigos do Estado, e se apropriaram de armas que estavam lá. Diante deste evento, o rei aceitou a Constituição, proposta pelo Terceiro Estado.
  • Fuga do Rei

    Fuga do Rei
    O Rei Luís XVI conspirava contra a revolução, e isso foi descoberto, fazendo com que o Rei quisesse fugir. Com isso, os revolucionários entraram no poder, dissolvendo a Assembleia e a Convenção Nacional, o que levou a uma nova Constituição de caráter republicano.
  • Convenção Nacional

    Convenção Nacional
    Foi quando surgiu o lema: LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE. A França tinha duas grandes forças políticas: Jacobinos (eram a maioria, defendendo interesses populares) e Girondinos (representam a alta burguesia e defendem o rei). Neste período, foi proclamada a República e o antigo rei, Luís XVI, foi morto. Os Girondinos perderam o poder para os Jacobinos e ficaram revoltados com a execução do antigo rei
  • Convenção Jacobina

    Convenção Jacobina
    Os jacobinos agora estão no poder, o que faz com que o governo seja mais popular, queira abolir a escravidão nas colônias e cobre mais impostos dos que são mais ricos.
  • Governo do Diretório

    Governo do Diretório
    Com a alta burguesia no poder novamente, as medidas tomadas pelos jacobinos foram extintas, como a abolição da escravidão. A principal revolta popular foi a Conspiração dos Iguais, exigindo igualdade social e a volta da Constituição Jacobina. Este movimento foi fortemente reprimido e seus líderes foram guilhotinados.
    O território francês estava muito ameaçado por forças absolutistas externas, colocando em risco todos os esforços e conquistas da Revolução.
  • Golpe de 18 de Brumário

    Golpe de 18 de Brumário
    Napoleão Bonaparte, general que comandou a ação militar, junto com suas tropas, derrubou o Diretório e o dissolveu, estabelecendo o Consulado, o novo poder executivo. Com este golpe, as conquistas da alta burguesia foram consolidadas e foi colocado um fim no processo revolucionário.
  • O Consulado

    O Consulado
    A partir do Golpe dado por Napoleão, ele tornou-se o Primeiro Cônsul e estabeleceu uma nova Constituição, com aparência de República, mas dando poderes excepcionais a Napoleão.
    Napoleão agradou a população com reformas judiciárias e financeiras, anistia e aproximação da Igreja. A Paz de Amiens foi um tratado com a Inglaterra, que estabeleceu a paz entre estes territórios.
  • Neocolonialismo

    Neocolonialismo
    A Revolução Industrial trouxe uma lógica capitalista, e com isso a busca por novos mercados e fontes de matéria - prima. Assim surgiu o neocolonialismo, formando novos impérios e justificando a dominação de povos por meio do "fardo do homem branco", que dizia que os brancos tinham responsabilidade de civilizar' os nativos.
  • O Consulado Vitalício

    O Consulado Vitalício
    Napoleão fez um novo Plebiscito, a fim de tornar-se o Cônsul Vitalício. O plebiscito agradou a população, já que trouxe a sensação de que eles participavam da política.
    Neste período surge o Código Civil, que consolidou ideais burgueses, como o direito a propriedade. Este código serviu de base para muitos países, incluindo o Brasil.
    Ainda neste período, houve uma reforma educacional, militarizando a educação, e um progresso econômico, com moeda estável, obras públicas e manufaturas têxteis.
  • O Império

    O Império
    Com apoio popular, Napoleão se coroa e torna-se imperador, anulando os princípios da revolução, já que o poder estava novamente centralizado, apesar de ter uma aparência democrática. Em 1806, a Igreja torna-se submissa ao Estado e os conflitos e expansão territorial se iniciam.
    Com o Bloqueio Continental, a Europa não podia mais comercializar com os ingleses, e Portugal quebrou este acordo. Essa quebra resultou na vinda da família real para o Brasil.
  • O Declínio

    O Declínio
    As economias das regiões ocupadas por Napoleão foram prejudicadas por causa do Bloqueio Continental e a Guerra de Libertação da Espanha trouxe o rei espanhol de volta.
    Na Rússia, as tropas francesas foram derrotadas pela estratégia de "terra arrasada".
    A França foi invadida por Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia, e Paris foi tomada.
    Com o Acordo de Fontanebleau, Napoleão foi forçado a abdicar e foi exilado e, assim, a Monarquia Bourbon foi restaurada.
  • O Governo dos 100 dias

    O Governo dos 100 dias
    O povo estava muito insatisfeito com a Monarquia restaurada e, por isso, ajudou Napoleão a voltar para o poder na França. Ele invadiu a Bélgica e foi derrotado. Napoleão foi novamente deposto e exilado.
  • O Congresso de Viena

    O Congresso de Viena
    Através de alianças militares, queria estabelecer as monarquias europeias novamente, provocando o retorno da família real portuguesa a Europa.
  • Ocupação da Ásia

    Ocupação da Ásia
    Esta ocupação teve grande resistência chinesa, com o fechamento do Império para estrangeiros e a Guerra do Ópio, na qual a Inglaterra buscava viciar os chineses nesta droga e teve seus navios apreendidos por chineses. Com estas apreensões, a Inglaterra atacou e venceu a China, tendo conquistado territórios e livre acesso aos portos chineses.
  • Expansão territorial dos EUA

    Expansão territorial dos EUA
    Os Estados Unidos compraram territórios, como a Lousiana e a Flórida e iniciaram a 'Marcha para Oeste' ocupando o Missouri. Com estas ocupações surgiu o "Destino Manifesto", que trazia a ideia de que os norte - americanos eram destinados a conquista novas terras a oeste.
  • Guerra Civil dos Estados Unidos

    Guerra Civil dos Estados Unidos
    Esta guerra foi motivada por diferenças ideológicas entre o norte e o sul, sendo o norte com trabalho livre e pequenas propriedades e o sul com plantation e trabalho escravo. Durante eleições, Lincoln é eleito e traz uma proposta abolicionista, irritando os povos sulistas. Durante a guerra, muitos escravos fugiram para o norte, que vence a guerra e assim, a escravidão foi abolida, com a 13 emenda. O racismo continua muito presente e os negros não foram inseridos na sociedade e foram segregados.
  • Imperialismo japonês

    Imperialismo japonês
    A sociedade japonesa era isolada das estrangeiras. Com a expedição americana, o Japão e os EUA passam a ter livre comércio. Neste período também ocorre a Era Meiji, de grande modernização e desenvolvimento japonês, associado a rápida industrialização, reformas sociais e novo isolamento ao estrangeiro.
  • A Partilha da África

    A Partilha da África
    Com a Conferência de Berlim, territórios africanos foram divididos de forma artificial e sem nenhum tipo de consideração com os nativos. A França e a Inglaterra foram grandes beneficiadas. Os povos africanos tornaram - se submissos e explorados pelos europeus, que também impuseram sua cultura, justificando que estavam "civilizando" aquele povo.
  • Primeira Guerra Mundial

    Primeira Guerra Mundial
    Disputas imperialistas e o revanchismo francês estavam gerando atritos e acabando com as relações pacíficas existentes entre os países, gerando um clima de "Paz Armada", com desenvolvimento bélico e tensão militar, se preparando para um possível conflito. Com isso, surgiram 2 alianças, a Tríplice Entente, com a Inglaterra, França e Rússia e a Tríplice Aliança, com a Alemanha, Áustro-Hungria e Itália. O estopim foi o assassinato do áustro-húngaro Ferdinand. A Áustro-Hungria invadiu a Sérvia.
  • A Primeira Guerra

    A Primeira Guerra
    Houveram dois importantes momentos, o de movimento, com avanço dos exércitos, e o de trincheiras, com a paralisação do conflito. A entrada dos EUA no conflito ao lado da Inglaterra desestabilizou a Tríplice Aliança, que já estava com exércitos desmotivados. A Revolução Russa foi decisiva para a saída da Rússia. A Itália mudou para a Tríplice Entente. Com todos esses acontecimentos, a Tríplice Aliança foi "derrotada".Neste conflito não houve nenhum grande vencedor, já que todos saíram no prejuízo
  • Acordos e Tratados Pós-Guerra

    Acordos e Tratados Pós-Guerra
    Os EUA propuseram 14 pontos de Wilson, com uma paz sem vencedores e desarmamento da Europa. O Tratado de Versalhes culpabilizou a Alemanha, com perda de territórios e pagamento de indenização, gerando um sentimento de revanche. Com o fim do conflito, impérios chegaram ao fim, os EUA passou a ter pouca influência econômica na Europa e surgiram alterações no mercado de trabalho, como a substituição de mão de obra masculina por feminina, fortalecendo o movimento sufragista.