História da Psicologia no Brasil e em Santa Catarina

Timeline created by zenni
In History
  • Escola de Cirurgia da Bahia

    Foi criada a pedido de José Corrêa Picanço.
  • UFRJ

    É pioneira e referência no ensino da Medicina no Brasil.
  • Escola de Cirurgia

    Passou a chamar-se Academia Médico-Cirúrgica.
  • Sociedade de Medicina do RJ

    Desperta interesse pela iniciativa pioneira de promover os primeiros congressos científicos ocorridos no país, instituindo assim uma nova forma de manifestação pública da 'comunidade' médica.
  • Sociedade de Medicina do RJ

    O projeto elaborado, que intitulava-se “Plano de Organização das Escolas Médicas do Império proposto pela comissão da Sociedade de Medicina segundo a qual as Academias (do Rio de Janeiro e da Bahia) passavam a ser designadas como Faculdades de Medicina. Sofreu alterações sucessivas dando origem à Academia Imperial de Medicina, em 1835, e à Academia Nacional de Medicina, em 1889, existente até hoje
  • Academia Médico-Cirúrgica

    Tornou-se Faculdade, por ato da Regência Trina. Os estudos, norteavam-se, de preferência para a aplicação social da Psicologia, para a Criminologia, para Psiquiatria Forense e Higiene Mental.
  • Hospício Pedro II

    O edifício foi erguido para abrigar o primeiro hospício do país. Foi o primeiro estabelecimento no Brasil a dedicar-se ao tratamento dos alienados.
  • Francisco Tavares da Cunha

    Escreve o primeiro ensaio sistemático de Psicofisiologia, no Brasil: Psicofisiologia acerca do Homem.
  • Hospício Pedro II

    Especificavam que o Hospício era destinado para asilo, tratamento e curativo dos alienados de ambos os sexos. Prescreviam que os internos deveriam ser mantidos por meio de vigilância constante, em condições adequadas, limpos e asseados, para assim evitar os chamados perigos de altercação e distúrbios.
  • Ernesto Cabreiro Ribeiro

    Faz-se arauto da necessidade da pesquisa psicológica para a formação do médico com a tese: Relação da Medicina com as Ciências Filosóficas: Legitimidade da Psicologia, numa excelente antevisão do problema da interdisciplinaridade, como fator de aperfeiçoamento cultural e profissional.
  • Sociedade de Medicina e Cirurgia do RJ

    Apresenta atualmente a mesma denominação, apesar das mudanças em seus estatutos.
  • Pedagogium

    Rui Barbosa – “centro propulsor das reformas e melhoramentos de que carecesse a educação nacional”
  • Pedagogium

    Foi transformado em um centro de cultura superior.
  • Medeiros e Albuquerque

    Nomeado diretor da Instrução Pública do Distrito Federal – reforma: “centro de cultura superior aberto ao público”.
  • Medeiros e Albuquerque

    Criou no Pedagogium um laboratório de Psicologia Pedagógica, mas que foi combatido e acusado por essas "inovações fantásticas", das quais nada sobrou.
  • Hospício de Juqueri

    Criação do Hospício em São Paulo sob a administração do médico psiquiatra Francisco Franco da Rocha.
  • Francisco Franco da Rocha

    Fundador e diretor do Hospital do Juqueri, que durante muito tempo, foi o único lugar da prática e do estudo da psiquiatria em São Paulo.
  • Henrique Roxo

    Distingue-se pela defesa do primeiro trabalho de Psicologia Experimental: Duração dos Atos Psíquicos.
  • Hospício Pedro II

    Tratamento eminentemente médico.
  • Manuel Bomfim

    Estudou com George Duma e Alfred Binet, com quem planejou a instalação do primeiro Laboratório de Psicologia Brasileiro, instalado em 1906 no Pedagogium, do qual foi diretor por quinze anos. De volta ao Brasil, foi nomeado diretor da Instrução Pública.
  • Pedagogium

    Recebeu o primeiro laboratório de Psicologia Experimental do país.
  • Hospício de Juqueri

    Laboratório de Psicologia Experimental da Clínica Psiquiátrica do Hospício Pedro II, segundo laboratório.
  • Colônia de Psicopatas do Engenho de Dentro

    Inaugurado no Rio de Janeiro.
  • Manuel Bonfim

    Cátedra da Escola Normal do Distrito Federal
  • Plínio Olinto

    A primeira história da Psicologia, no Brasil, tem por título: A Psicologia Experimental no Brasil. Seu autor, defende a tese com o título: Associação de Ideias.
  • Plínio Olinto

    Criação no Rio de Janeiro do Instituto de Educação, do Laboratório para Cursos de Psicologia Geral e Clínica.
  • Laboratório de Psicologia em São Paulo

    É criado um Laboratório de Psicologia, na Escola Normal e Secundária de São Paulo com fins pedagógicos.
  • Pedagogium

    O fechamento da instituição ocorreu pelo Decreto Municipal n.º 1360.
  • Francisco Franco da Rocha

    Foi o autor do primeiro livro brasileiro inteiramente dedicado à psicanálise: O pansexualismo na doutrina de Freud.
  • Hospício de Juqueri

    Setor dos “criminosos loucos” – futuro Manicômio Judiciário.
  • Heitor Carrilho

    Dedicou sua vida pública ao manicômio judiciário do Rio de Janeiro. Seguindo a orientação de Juliano Moreira, Heitor Carrilho lutou para que fosse inaugurado o Manicômio Judiciário.
  • Liga Brasileira de Higiene Mental

    Fundada no Rio de Janeiro pelo psiquiatra Gustavo Riedel, a Liga tinha como objetivo primordial a melhoria na assistência aos doentes mentais, através da modernização do atendimento psiquiátrico, a Liga também era responsável pela promoção das “Jornadas Brasileiras de Psicologia”.
  • Colônia de Psicopatas do Engenho de Dentro

    A criação de um Laboratório de Psicologia Experimental por Gustavo Riedel, porém organizado e dirigido por Waclaw Radecki é mais um marco do processo de profissionalização da psicologia no Brasil.
  • Colônia de Psicopatas do Engenho de Dentro

    O Laboratório de Psicologia do Engenho de Dentro preparou profissionais de diversas especialidades. Foi o primeiro centro brasileiro de pesquisa pura, em Psicologia.
  • Ulisses Pernambucano

    Diretor no Hospital Doenças nervosas e mentais de Recife. Aboliu calabouços, camisas-de-força. Implantação “Assistência a psicopatas de Pernambuco”. Serviços para doentes mentais não alienados, com ambulatório e hospital aberto. Serviços para doentes mentais alienados, com hospital para doentes agudos e colônia para doentes crônicos
  • Waclaw Radecki

    O Laboratório de Psicologia da Colônia de Psicopatas desde sua criação em 1924 e até o ano de 1932, foi dirigido pelo psicologista polonês Waclaw Radecki.
  • Tests

    O lançamento do livro Tests por José Joaquim de Campos da Costa Medeiros e Albuquerque.
  • Ulisses Pernambucano

    Criou em Recife, o Instituto de Seleção e Orientação Profissional que, posteriormente, receberia a denominação de Instituto de Psicologia, aberto até 1936. Pernambucano e seus auxiliares aplicavam provas de nível mental e de aptidão, entre outros instrumentos psicológicos. As pesquisas de Psicologia Aplicada produzidas pelo Instituto fazem parte do nosso acervo histórico.
  • Francis Galton

    Ideal eugênico estudou os fatores responsáveis pelo rebaixamento ou elevação das características raciais, do ponto de vista físico e mental), profilaxia e educação de indivíduos.
  • Francis Galton

    Foco no indivíduo normal, na prevenção – amplia ação psiquiátrica para a sociedade, como prática higiênica, apoiada na ação da eugenia. Essa concepção contribuiu para a interpretação racista da sociedade brasileira: atraso socioeconômico eram atribuídos aos negros e ao clima quente.
  • Liga Paulista de Higiene Mental

    Tendo como referência a Liga Brasileira de Higiene Mental os médicos fundaram a Liga Paulista de Higiene Mental, sediada no Hospital do Juqueri.
  • Sociedade Brasileira de Psicanálise

    Durval Marcondes, Lourenço Filho, Franco da Rocha, entre outros, fundam o local.
  • Laboratório de Psicologia em Belo Horizonte

    Destinado a estudos pedagógicos, na Escola de Aperfeiçoamento. Sob a breve orientação de Th. Simon, o Laboratório foi, durante muitos anos, dirigido por Helena Antipoff.
  • Ministério de Educação e Saúde

    Havia um movimento para reformar o ensino superior no Brasil. Era o governo provisório de Vargas que criou o Ministério de Educação e Saúde.
  • Ulisses Pernambucano

    Diretor do Hospital dos Alienados de Recife.
  • Reforma do Ensino Superior Brasileiro

    Francisco Campos que promoveu a reforma do ensino superior brasileiro. Esta reforma organizou o ensino superior no Brasil privilegiando o sistema universitário e regulamentando o seu funcionamento.
  • Liga Brasileira de Higiene Mental

    A Liga propôs ao Ministério da Educação e da Saúde Pública a presença obrigatória de “gabinetes de Psicologia” junto às clínicas psiquiátricas.
  • Instituto de Psicologia

    Laboratório da Colônia de Psicopatas do engenho de dentro transformado em Instituto de Psicologia pelo Ministério de Educação e Saúde, incorporado à Universidade do Brasil, para contribuir com as Faculdades de Filosofia, Ciências e Letras; Educação; Política, e Economia.
  • Ulisses Pernambucano

    Fundou Liga de Higiene Mental de Pernambuco (caráter diferente das demais ligas, fiel a Riedel).
  • Decreto nº 21.173

    Converte o atual Laboratório de Psicologia da Colônia de Psicopatas, no Engenho de Dentro, em Instituto de Psicologia. Instituía as seguintes seções: Psicologia geral; Psicologia diferencial e orientação profissional; Psicologia aplicada à educação; Psicologia aplicada à medicina; Psicologia aplicada ao direito. Waklaw Radecki diretor do então atual Instituto.
  • Decreto Lei n. 21.999

    Sete meses após sua criação, o Instituto de Psicologia é extinto por ordem presidencial. O Decreto extingue o Instituto de Psicologia.
  • Ulisses Pernambucano

    Criação do Sanatório de Recife, com Escola para Anormais.
  • CSOP / ISOP

    Um acontecimento importante na cidade do Rio de Janeiro que contribuiu decisivamente para o desenvolvimento e reconhecimento da psicologia no Brasil foi a criação, na Fundação Getúlio Vargas do Centro de Seleção e Orientação Profissional (CSOP), que em 1948 passa a se denominar Instituto de Seleção e Orientação Profissional (ISOP) sob a direção do psiquiatra espanhol Emílio Mira y Lopes.
  • PUC RJ

    Foi a primeira universidade, no país, a oferecer o curso de Formação de Psicólogos e, desde 1966, o primeiro curso de Mestrado em Psicologia.
  • CSOP / ISOP

    O primeiro anteprojeto de profissionalização foi criado pelo ISOP e pela Associação Brasileira de Psicotécnica.
    O principal objetivo do ISOP, nessa época, era contribuir para o ajustamento entre o trabalhador e o trabalho mediante o estudo científico das aptidões e vocações do primeiro e os requisitos psicofisiológicos do segundo.
  • Associação Brasileira de Psicologia

    E o Arquivo Brasileiro de Psicologia publica o anteprojeto da lei sobre a formação de Psicólogo.
  • LEI Nº 4.119

    EMENTA: Dispõe sobre os cursos de formação em psicologia e regulamenta a profissão de psicólogo.
  • Ulisses Pernambucano

    Escola para Anormais (dirigida pela APAE).
  • Psicologia na UFSC

    A partir das exigências da Reforma Universitária, foi constituído o Departamento de Psicologia.
  • Psicologia na UFSC

    Pioneiro do estado de Santa Catarina, com a criação do curso de Psicologia.
  • Psicologia na UFSC

    Sua primeira turma ingressou em 1978 e formou-se em 1982. O corpo docente inicial era constituído pela maioria de professores com formação em pedagogia e filosofia e poucos psicólogos.
  • SAPSI

    Foi constituído o SAPSI na UFSC, que até os dias atuais, oferece, além de local de estágio, atendimento psicológico público e gratuito para a população de Florianópolis. Seu projeto foi elaborado inicialmente pelas Professoras Vera Rocha e Emiliana, sendo que sua primeira coordenadora foi a Profª Tânia Mascarello, admitida na universidade em 1978. Seu objetivo era, além de proporcionar local de estágio para alunos de último ano, ser um centro de pesquisa e extensão para os professores.
  • Psicologia na UFSC

    Também foi constituído o Laboratório de Psicologia Experimental, inicialmente organizado pela Profª. Mareli Cunha Garcia.
  • Psicologia em Joinville

    Criação do curso de Psicologia em Joinville.
  • Psicologia na Univali

    Autorizada a criação do curso de Psicologia.
  • Psicologia na Univali

    O curso de Psicologia iniciou as atividades na então Fepevi, e foi o segundo curso na área da saúde da Instituição e o terceiro de Psicologia implantado no Estado de Santa Catarina.
  • Psicologia em Tubarão

    Criação do Curso de Psicologia em Tubarão.
  • Clínica de Psicologia na Univali

    A clínica de Psicologia da Univali presta atendimentos à comunidade de Itajaí e região seus serviços prestados são: Psicoterapia individual, Psicoterapia grupal, Psicodiagnóstico, Psicoterapia familiar.
  • Psicologia em Joaçaba

    Criação do curso de Psicologia em Joaçaba.
  • Psicologia em Blumenau

    Criação do curso de Psicologia em Blumenau.