A evolução da moda feminina no século XX

Timeline created by karine.santos
In History
  • Praticidade dos trajes

    Praticidade dos trajes
    A moda feminina sofre grandes transformações em decorrência dos conflitos originados pela Primeira Guerra Mundial. As mulheres que até então usavam vestidos longos que marcavam a cintura e evidenciava o volume do busto, passaram a usar trajes mais simples e práticos. Algumas das principais características, são o encurtamento dos vestidos e das saias devido à necessidade de trabalho e as atividades de lazer. Crédito:
  • Os anos loucos

    Os anos loucos
    Contexto de pós Guerra mundial, a moda ganha vida e surge com grandes mudanças. A mulher consegue mais liberdade, e assim começa a usar cabelos curtos, maquiagens, mostrar o colo e as pernas. Nesse cenário de emancipação, acontece o abandono do espartilho, as roupas tornam-se leves, os vestidos ainda mais curtos e de silhueta tubular, sem marcação da cintura fazendo camuflagem das curvas femininas, mas com braços e costas à mostra. A estilista de destaque é Gabrielle Coco Chanel
  • Glamour e crise

    Glamour e crise
    Com a Grande Depressão assolando o mundo, o estilo mais conservador e sofisticado é predominante nos anos 30. Esse é o momento de retorno da marcação das curvas femininas, através de uma elegância refinada. Vestidos longos com cortes profundos nas costas se tornam tendência, assim como as mangas bufantes e godê. Com o uso da bicicleta, os shorts também surgem na moda feminina, porém, ainda não muito usual.
  • Silhueta estilo militar

    Silhueta estilo militar
    As roupas ganham um estilo militar devido a segunda Guerra Mundial, com as calças se tornando mais comum entre o público feminino. Posteriormente, torna-se popular um traje composto por duas peças, em que a parte de cima possui o corte reto, e a saia mais curta, com pregas finas ou franzidas. Os tecidos são mais simples, porém resistentes. A bolsa a tiracolo juntamente com os chapéus, adornados de formas criativas deixa o look mais charmoso.
  • Anos Dourados

    Anos Dourados
    Representa o retorno da feminilidade, com peças repletas de muito glamour e requinte. As saias rodadas que marcam a cintura, seguem em grande evidência assim como alguns acessórios, entre eles as luvas e os chapéus de aba larga. A população mais jovem começa a buscar identidade e estilos de roupas diferenciada para eles. As moças vestem saias, cardigans de malha, sapatos baixos, meias soquete e rabo de cavalo nos cabelos, compondo um visual batizado de “College”.
  • Subversão de padrões

    Subversão de padrões
    O surgimento das minissaias e estilo unissex, configuram-se em uma quebra dos padrões pré-estabelecidos nas décadas anteriores. A moda torna-se um símbolo de representatividade, sobretudo entre a população mais jovem. A pluralidade dos modelos é uma forma de reafirmar a identidade, e as mini saias, usadas com camisetas justas e botas se torna tendência entre as jovens. Somado a isso, trajes de banho e os vestidos em estilo tubinho e trapézio viram sensações.
  • Estilo eclético

    Estilo eclético
    Calças bocas de sinos, estampas coloridas e acessórios exóticos, marca esse momento de regresso ao natural e busca por autenticidade. Vários movimentos culturais como Black Power e Punk influenciam a moda. Logo, acontece uma diversificação nos estilos, roupas com muito brilho, cores pretas e rasgadas vira referência no visual feminino.
  • Ousadia e versatilidade

    Ousadia e versatilidade
    Período marcado por muitas roupas descoladas, na qual os destaques são as peças jeans e em couro. A moda feminina é criativa e preenchida de versatilidade, calça de cintura alta, short curtos, minissaias, saias na altura do joelho, blusas de um ombro só, tops cropped entre outros, faziam parte das composições dos looks. Alguns acessórios como lenços estampados, botas de borracha e tênis eram parte do desse visual colorido e ousado.
  • Liberdade de estilos

    Liberdade de estilos
    As vestes transparece uma pegada de liberdade e jovialidade. Roupas mais despojadas, camisetas largas e jeans rasgados faziam parte dessa imagem. Uma das principais características, é a camisa de flanela amarrada na cintura, que segue em uso até os dias de hoje. Ademais, a diversidade de estilos era amplo, pois a liberdade é que ditava a moda.